#doençahepatica

27 posts

Avaliar o desempenho do ecocardiograma transesofágico com contraste (ETEc) comparado ao ecocardiograma transtorácico com contraste (ETTc) na identificação de dilatações vasculares intrapulmonares (DVP) para diagnóstico de síndrome hepatopulmonar (SHP) em pacientes com esquistossomose hepatoesplênica (EHE) foi o objetivo de estudo realizado pela Escola Paulista de Medicina da Universidade Federal de São Paulo.
⠀
Os autores concluíram que  em pacientes com EHE, o ETEc foi seguro e identificou maior número de casos de DVD que o ETTc.
⠀
Leia na edição de novembro da ABC Cardiol: http://bit.ly/2qwnUu8 (link clicável na bio).
⠀
#ABCcardiol #ArqBrasCardiol #Cardiologia #SBC #cardiologista #scientificjournal #cardiology #ecocardiograma #esquistossomose #doençahepatica #ecocardiograma

Avaliar o desempenho do ecocardiograma transesofágico com contraste (ETEc) comparado ao ecocardiograma transtorácico com contraste (ETTc) na identificação de dilatações vasculares intrapulmonares (DVP) para diagnóstico de síndrome hepatopulmonar (SHP) em pacientes com esquistossomose hepatoesplênica (EHE) foi o objetivo de estudo realizado pela Escola Paulista de Medicina da Universidade Federal de São Paulo. ⠀ Os autores concluíram que em pacientes com EHE, o ETEc foi seguro e identificou maior número de casos de DVD que o ETTc. ⠀ Leia na edição de novembro da ABC Cardiol: http://bit.ly/2qwnUu8 (link clicável na bio). ⠀ #ABCcardiol #ArqBrasCardiol #Cardiologia #SBC #cardiologista #scientificjournal #cardiology #ecocardiograma #esquistossomose #doençahepatica #ecocardiograma - 5 days ago

20 Likes
0 Comments
0
Causada pela falta ou ação insuficiente de insulina, hormônio regulador de glicose no sangue, a diabetes, quando relacionada às doenças do fígado, pode trazer sérios riscos à saúde do paciente.
Como a diabetes é uma doença metabólica, principalmente quando associada à obesidade, é considerada um fator de risco para o desenvolvimento de doença hepática gordurosa não alcoólica (esteatose hepática e esteatohepatite). Regra geral, à medida em que o peso aumenta, a resistência à insulina também se eleva, proporcionando maior acúmulo de gordura no fígado. A questão é que, quando não tratado, esse acúmulo de gordura pode progredir para outras doenças mais graves, como a cirrose e o câncer de fígado. Vale dizer, ainda, que o efeito contrário também acontece: a gordura no fígado pode levar o paciente a desenvolver diabetes.
Sendo assim, e com todos esses fatores para levarmos em consideração, uma dieta saudável, a prática de atividade física, a incorporação de hábitos de vida saudáveis, a perda de peso e o controle glicêmico e metabólico são imprescindíveis para o tratamento, assim como o acompanhamento médico. 
Para dúvidas e agendamentos na Clínica Pró-Fígado: (11) 2114-6077 ou (11) 9.8444-1029 (WhatsApp).

Causada pela falta ou ação insuficiente de insulina, hormônio regulador de glicose no sangue, a diabetes, quando relacionada às doenças do fígado, pode trazer sérios riscos à saúde do paciente. Como a diabetes é uma doença metabólica, principalmente quando associada à obesidade, é considerada um fator de risco para o desenvolvimento de doença hepática gordurosa não alcoólica (esteatose hepática e esteatohepatite). Regra geral, à medida em que o peso aumenta, a resistência à insulina também se eleva, proporcionando maior acúmulo de gordura no fígado. A questão é que, quando não tratado, esse acúmulo de gordura pode progredir para outras doenças mais graves, como a cirrose e o câncer de fígado. Vale dizer, ainda, que o efeito contrário também acontece: a gordura no fígado pode levar o paciente a desenvolver diabetes. Sendo assim, e com todos esses fatores para levarmos em consideração, uma dieta saudável, a prática de atividade física, a incorporação de hábitos de vida saudáveis, a perda de peso e o controle glicêmico e metabólico são imprescindíveis para o tratamento, assim como o acompanhamento médico. Para dúvidas e agendamentos na Clínica Pró-Fígado: (11) 2114-6077 ou (11) 9.8444-1029 (WhatsApp). - 22 days ago

26 Likes
1 Comments
0
☕ O café é a bebida mais popular no mundo. Existem várias pesquisas que destacam os efeitos benéficos do café na saúde humana como um todo, e em particular, na saúde hepática. Um trabalho publicado em importante revista científica em 2017, e intitulado “Café: O grão mágico para as doenças hepáticas”, destacou
seus efeitos positivos numa larga variedade de doenças crônicas do fígado, assim como na doença hepática maligna.
👉🏼 O seu consumo parece exercer efeitos protetores e antioxidantes no desenvolvimento e progressão da doença hepática devido a várias causas, incluindo as Hepatites B e C, a Doença Hepática Gordurosa Não-Alcoólica e a Doença Hepática Alcoólica.
Também se observou a melhoria das taxas de enzimas hepáticas em indivíduos com risco potencial para desenvolverem doenças do fígado.
👩‍🔬 Um estudo recente, mostrou que beber café está ligado a um menor risco de formar cálculos na vesícula. Indivíduos que bebem mais de 6 xícaras por dia, têm menor risco de desenvolver cálculos, mostram os cientistas.
A ingestão diária de café deve ser apreciada e incentivada aos pacientes portadores de doença hepática crônica, embora seus mecanismos ainda não estejam completamente esclarecidos,
necessitando de mais estudos.
⚠ No entanto, o café não substitui o tratamento medicamentoso e mudança comportamental nas doenças hepáticas, devendo apenas ser uma bebida incorporada ao cardápio desses
pacientes, no seu dia-a-dia.
⠀
👩‍⚕️ Dra Ana Heloisa Veras - Gastroenterologista e endoscopista | CRM 11032
📍 Clínica Digest - R. Antonio Raposo, 406 sala 705 - Edifício Marajoaras, Centro, Foz do Iguaçu.
☎ (45) 3523-5146 ou 📲 (45) 99106-3895
⠀
#gastro #foz #med #instamed #medicina #parana #gastro #gastroenterologista #endoscopista #cafe #beneficiosdocafe #figado #doençahepatica

☕ O café é a bebida mais popular no mundo. Existem várias pesquisas que destacam os efeitos benéficos do café na saúde humana como um todo, e em particular, na saúde hepática. Um trabalho publicado em importante revista científica em 2017, e intitulado “Café: O grão mágico para as doenças hepáticas”, destacou seus efeitos positivos numa larga variedade de doenças crônicas do fígado, assim como na doença hepática maligna. 👉🏼 O seu consumo parece exercer efeitos protetores e antioxidantes no desenvolvimento e progressão da doença hepática devido a várias causas, incluindo as Hepatites B e C, a Doença Hepática Gordurosa Não-Alcoólica e a Doença Hepática Alcoólica. Também se observou a melhoria das taxas de enzimas hepáticas em indivíduos com risco potencial para desenvolverem doenças do fígado. 👩‍🔬 Um estudo recente, mostrou que beber café está ligado a um menor risco de formar cálculos na vesícula. Indivíduos que bebem mais de 6 xícaras por dia, têm menor risco de desenvolver cálculos, mostram os cientistas. A ingestão diária de café deve ser apreciada e incentivada aos pacientes portadores de doença hepática crônica, embora seus mecanismos ainda não estejam completamente esclarecidos, necessitando de mais estudos. ⚠ No entanto, o café não substitui o tratamento medicamentoso e mudança comportamental nas doenças hepáticas, devendo apenas ser uma bebida incorporada ao cardápio desses pacientes, no seu dia-a-dia. ⠀ 👩‍⚕️ Dra Ana Heloisa Veras - Gastroenterologista e endoscopista | CRM 11032 📍 Clínica Digest - R. Antonio Raposo, 406 sala 705 - Edifício Marajoaras, Centro, Foz do Iguaçu. ☎ (45) 3523-5146 ou 📲 (45) 99106-3895 ⠀ #gastro #foz #med #instamed #medicina #parana #gastro #gastroenterologista #endoscopista #cafe #beneficiosdocafe #figado #doençahepatica - 2 months ago

12 Likes
1 Comments
0
Eu amo fazer nutrição baseada em ciência!! Resultado muito satisfatório depois de 1 mês de acompanhamento mudança total  nos parâmetros bioquímicos. Glicemia descontrolada voltando aos paramentos da normalidade, e avaliação das enzimas hepática que após tratamento baixaram significativamente. 
E você já fez uma avaliação bioquímica esse ano?? #diabetes
#doençahepatica 
#alimentaçãosaudavel 
#comidadeverdade 
#nutriçãoéumaciencia
#vemcomanutri

Eu amo fazer nutrição baseada em ciência!! Resultado muito satisfatório depois de 1 mês de acompanhamento mudança total nos parâmetros bioquímicos. Glicemia descontrolada voltando aos paramentos da normalidade, e avaliação das enzimas hepática que após tratamento baixaram significativamente. E você já fez uma avaliação bioquímica esse ano?? #diabetes #doençahepatica #alimentaçãosaudavel #comidadeverdade #nutriçãoéumaciencia #vemcomanutri - 3 months ago

28 Likes
2 Comments
0
Hoje o Dr. Rodrigo Mendes, endocrinologista da All Clinik, fala sobre esteatose hepática, ou doença hepática gordurosa não alcoólica, cuja prevalência vem aumentando em todo o mundo. Entenda o que pode favorecer o surgimento da patologia e saiba o que fazer para diminuir as chances de apresentá-la. 
#allclinik #doençahepatica #gorduranofigado #endocrinologia #endocrinologista #rodrigomendes #saudefisicamentalesocial

Hoje o Dr. Rodrigo Mendes, endocrinologista da All Clinik, fala sobre esteatose hepática, ou doença hepática gordurosa não alcoólica, cuja prevalência vem aumentando em todo o mundo. Entenda o que pode favorecer o surgimento da patologia e saiba o que fazer para diminuir as chances de apresentá-la. #allclinik #doençahepatica #gorduranofigado #endocrinologia #endocrinologista #rodrigomendes #saudefisicamentalesocial - 4 months ago

98 Likes
3 Comments
0
Excelente opção de leitura científica:  Vit A e Doença Hepática Crônica.

Em nosso Flashback Científico de hoje trazemos o artigo "Vitamin A and retinol-binding protein deficiency among chronic liver disease patients"

O presente estudo teve como objetivo avaliar os níveis séricos de retinol e proteína de ligação ao retinol (RBP), bem como os estoques de vitamina A no fígado na presença de cirrose hepática e carcinoma hepatocelular. 
O estudo destaca: .
• O retinol sérico e RBP são relevantes como indicadores do estado nutricional de vitamina A na presença de doença hepática crônica (DHC). .
• O armazenamento hepático de vitamina A não deve ser avaliado usando o teste de RDR - Relative dose response, porque a DHC causa uma redução na produção de RBP e interfere na mobilização da vitamina A endógena. .
• Uma suplementação com vitamina A pode desencadear efeitos prejudiciais em pacientes com DHC. 
CHAVES, G. V. ; PERES, W. A. ; GONCALVES, J. C. ; RAMALHO A . Vitamin A and retinol-binding protein deficiency among chronic liver disease patients. Nutrition. 2915, (31):664-668.

#nutrição #nutricionista #nutrition 
#nutri #clinicalnutrition #vitaminaA #DHC #fígado #doençahepatica #ufrj #NPqM

Excelente opção de leitura científica: Vit A e Doença Hepática Crônica. Em nosso Flashback Científico de hoje trazemos o artigo "Vitamin A and retinol-binding protein deficiency among chronic liver disease patients" O presente estudo teve como objetivo avaliar os níveis séricos de retinol e proteína de ligação ao retinol (RBP), bem como os estoques de vitamina A no fígado na presença de cirrose hepática e carcinoma hepatocelular. O estudo destaca: . • O retinol sérico e RBP são relevantes como indicadores do estado nutricional de vitamina A na presença de doença hepática crônica (DHC). . • O armazenamento hepático de vitamina A não deve ser avaliado usando o teste de RDR - Relative dose response, porque a DHC causa uma redução na produção de RBP e interfere na mobilização da vitamina A endógena. . • Uma suplementação com vitamina A pode desencadear efeitos prejudiciais em pacientes com DHC. CHAVES, G. V. ; PERES, W. A. ; GONCALVES, J. C. ; RAMALHO A . Vitamin A and retinol-binding protein deficiency among chronic liver disease patients. Nutrition. 2915, (31):664-668. #nutrição #nutricionista #nutrition #nutri #clinicalnutrition #vitaminaA #DHC #fígado #doençahepatica #ufrj #NPqM - 4 months ago

6 Likes
0 Comments
0
A Doença Hepática Gordurosa Não Alcoólica (DHGNA) cresce paralelo ao crescimento da obesidade e é caracterizada pelo acúmulo de lipídeos intra-hepático , em um estudo recém publicado (2019), foi avaliado o impacto da prática de atividade física na melhora da DHGNA, embora, alguns mecanismos ainda não tenham sido totalmente elucidados, os principais desfechos observados foram:⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ •	 Redução do conteúdo de gordura intra-hepática; ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
•	Aumento da beta- oxidação do ácido graxo; ⠀⠀
•	Ativação da autofagia hepática, que encontra-se reduzida na DHGNA;⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ ⠀
•	Aumento da expressão do PPARy;⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
Aumento da sensibilidade à insulina;⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ •	Redução da produção de espécies reativas de oxigênio e do estresse oxidativo, por meio da regulação positiva de enzimas antioxidantes;⠀⠀
•	Aumento de agentes anti-inflamatórios e redução de citocinas pró-inflamatórias ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
📚Leia na íntegra: 👉FARZANEGI P., et al., Mechanisms of beneficial effects of exercise training on non-alcoholic fatty liver disease (NAFLD): Roles of oxidative stress and inflammation, European Journal of Sport Science, 2019.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
#obesity #DHGNA #esteatose #science #doençahepatica #doencahepaticagordurosanaoalcoolica #exercise #physicalactivites #atividadefisica #nutrição #nutricionista #nutrition #clinicalnutrition #health #nutricao

A Doença Hepática Gordurosa Não Alcoólica (DHGNA) cresce paralelo ao crescimento da obesidade e é caracterizada pelo acúmulo de lipídeos intra-hepático , em um estudo recém publicado (2019), foi avaliado o impacto da prática de atividade física na melhora da DHGNA, embora, alguns mecanismos ainda não tenham sido totalmente elucidados, os principais desfechos observados foram:⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ • Redução do conteúdo de gordura intra-hepática; ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ • Aumento da beta- oxidação do ácido graxo; ⠀⠀ • Ativação da autofagia hepática, que encontra-se reduzida na DHGNA;⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ ⠀ • Aumento da expressão do PPARy;⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ Aumento da sensibilidade à insulina;⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ • Redução da produção de espécies reativas de oxigênio e do estresse oxidativo, por meio da regulação positiva de enzimas antioxidantes;⠀⠀ • Aumento de agentes anti-inflamatórios e redução de citocinas pró-inflamatórias ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ 📚Leia na íntegra: 👉FARZANEGI P., et al., Mechanisms of beneficial effects of exercise training on non-alcoholic fatty liver disease (NAFLD): Roles of oxidative stress and inflammation, European Journal of Sport Science, 2019. ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀ #obesity #DHGNA #esteatose #science #doençahepatica #doencahepaticagordurosanaoalcoolica #exercise #physicalactivites #atividadefisica #nutrição #nutricionista #nutrition #clinicalnutrition #health #nutricao - 5 months ago

19 Likes
2 Comments
0
Esteato-Hepatite é conhecida também como Gordura no Fígado. Se não for tratada corretamente, a Estatose Hepática pode provocar, a médio e longo prazo, uma inflamação capaz de evoluir para quadros mais graves de hepatite gordurosa, cirrose hepática e até câncer no fígado. Nesses casos, o fígado não só aumenta de tamanho, como também adquire um aspecto amarelado.
⠀
O transplante, muitas vezes, pode ser a única indicação para situações mais críticas.
⠀
Existem duas classificações de Esteatose Hepática, que têm causas diferentes:
⠀
Alcoólicas: provocadas pelo consumo excessivo de álcool (regular ou esporádico);
⠀
Não alcoólicas: provocadas por hábitos e estilos de vida inadequados (alimentos gordurosos, falta de exercícios).
⠀
A doença pode abranger qualquer idade, então fique atento, consuma mais alimentos saudáveis, priorize gordura vegetal, beba bastante água e pratique exercícios físicos. 
Para ajudar você no diagnóstico e na prevenção, o LCA disponibiliza para você consulta médica com clínico e endocrinologista, além de exames laboratoriais com qualidade e agilidade. 
Entre em contato conosco e agende seu atendimento: (93) 99172/9401 ou 3515-2327/4130/9695.
⠀
LCA Matriz:
Av. Presidente Tancredo de Almeida Neves, 239 - Centro, Altamira - PA
⠀
#lca #altamira #laboratorio #saude #bemestar #figado #doençahepatica #gorduranofigado

Esteato-Hepatite é conhecida também como Gordura no Fígado. Se não for tratada corretamente, a Estatose Hepática pode provocar, a médio e longo prazo, uma inflamação capaz de evoluir para quadros mais graves de hepatite gordurosa, cirrose hepática e até câncer no fígado. Nesses casos, o fígado não só aumenta de tamanho, como também adquire um aspecto amarelado. ⠀ O transplante, muitas vezes, pode ser a única indicação para situações mais críticas. ⠀ Existem duas classificações de Esteatose Hepática, que têm causas diferentes: ⠀ Alcoólicas: provocadas pelo consumo excessivo de álcool (regular ou esporádico); ⠀ Não alcoólicas: provocadas por hábitos e estilos de vida inadequados (alimentos gordurosos, falta de exercícios). ⠀ A doença pode abranger qualquer idade, então fique atento, consuma mais alimentos saudáveis, priorize gordura vegetal, beba bastante água e pratique exercícios físicos. Para ajudar você no diagnóstico e na prevenção, o LCA disponibiliza para você consulta médica com clínico e endocrinologista, além de exames laboratoriais com qualidade e agilidade. Entre em contato conosco e agende seu atendimento: (93) 99172/9401 ou 3515-2327/4130/9695. ⠀ LCA Matriz: Av. Presidente Tancredo de Almeida Neves, 239 - Centro, Altamira - PA ⠀ #lca #altamira #laboratorio #saude #bemestar #figado #doençahepatica #gorduranofigado - 5 months ago

15 Likes
0 Comments
0
OLHARES PROFISSIONAIS NA REABILITAÇÃO APÓS O TRANSPLANTE HEPÁTICO - Por Fisioterapeuta Lucas Sampaio.

Sendo uma das maiores glândulas do corpo humano, o Fígado é um órgão vital do Sistema Digestivo, responsável por uma série de funções metabólicas e principalmente no controle da glicemia. Pode ser acometido por algumas doenças causadoras de insuficiência hepática levando à falência do órgão e, posteriormente, ao transplante hepático.

A insuficiência hepática pode ser dividida em duas: aguda ou crônica. A primeira pode ser causada por: medicamentos, pelo vírus da Hepatite A (mais raro), Citomegalovírus, vírus de Epstein-Barr, vírus do Herpes simplex, vírus do Herpes humano tipo 6, Parvirus B19, vírus de Varicela Zoster e vírus que causam febre hemorrágica. Já na segunda, as causas mais comuns são: lesões hepáticas por álcool, Hepatite por vírus B ou C, Esteatose Hepática não alcoólica, esquistossomose, entre outras.

Como medida de restabelecer o quadro clínico de pacientes com Cirrose Hepática, que tenham uma expectativa de vida inferior a 20% ao final de 12 meses, independente da causa da doença, o transplante de fígado é a melhor indicação.

Existem duas formas de adquirir o órgão: através do doador cadáver ou pelo doador vivo. No doador cadáver são utilizadas técnicas que retiram o fígado por inteiro. Já o doador vivo (denominado intervivos) consiste em retirar uma ou mais partes do doador saudável para transplantar no receptor com insuficiência hepática terminal. Vale ressaltar que esse é um procedimento muito complexo, exige um trabalho minucioso da equipe cirúrgica devido à vascularização do órgão e os Ductos Biliares serem muito finos.

Logo no primeiro dia após o transplante hepático, torna-se imprescindível a prática de exercícios físicos, pois durante o tempo de espera o paciente sofreu com a diminuição da força muscular respiratória e da capacidade física. Esses fatores podem favorecer juntamente com a indução anestésica e a ventilação mecânica o desenvolvimento de infecções pulmonares no pós operatório. 
CONTINUA 👇🏻👇🏻👇🏻

OLHARES PROFISSIONAIS NA REABILITAÇÃO APÓS O TRANSPLANTE HEPÁTICO - Por Fisioterapeuta Lucas Sampaio. Sendo uma das maiores glândulas do corpo humano, o Fígado é um órgão vital do Sistema Digestivo, responsável por uma série de funções metabólicas e principalmente no controle da glicemia. Pode ser acometido por algumas doenças causadoras de insuficiência hepática levando à falência do órgão e, posteriormente, ao transplante hepático. A insuficiência hepática pode ser dividida em duas: aguda ou crônica. A primeira pode ser causada por: medicamentos, pelo vírus da Hepatite A (mais raro), Citomegalovírus, vírus de Epstein-Barr, vírus do Herpes simplex, vírus do Herpes humano tipo 6, Parvirus B19, vírus de Varicela Zoster e vírus que causam febre hemorrágica. Já na segunda, as causas mais comuns são: lesões hepáticas por álcool, Hepatite por vírus B ou C, Esteatose Hepática não alcoólica, esquistossomose, entre outras. Como medida de restabelecer o quadro clínico de pacientes com Cirrose Hepática, que tenham uma expectativa de vida inferior a 20% ao final de 12 meses, independente da causa da doença, o transplante de fígado é a melhor indicação. Existem duas formas de adquirir o órgão: através do doador cadáver ou pelo doador vivo. No doador cadáver são utilizadas técnicas que retiram o fígado por inteiro. Já o doador vivo (denominado intervivos) consiste em retirar uma ou mais partes do doador saudável para transplantar no receptor com insuficiência hepática terminal. Vale ressaltar que esse é um procedimento muito complexo, exige um trabalho minucioso da equipe cirúrgica devido à vascularização do órgão e os Ductos Biliares serem muito finos. Logo no primeiro dia após o transplante hepático, torna-se imprescindível a prática de exercícios físicos, pois durante o tempo de espera o paciente sofreu com a diminuição da força muscular respiratória e da capacidade física. Esses fatores podem favorecer juntamente com a indução anestésica e a ventilação mecânica o desenvolvimento de infecções pulmonares no pós operatório. CONTINUA 👇🏻👇🏻👇🏻 - 6 months ago

111 Likes
4 Comments
0
Consumo de bebida alcoólica
Prejudica *Seu shape * Ruim para seu fígado organismo * Lhe resseca por dentro *Fadiga excessiva
*Escesso de gordura
*Termogênese

Obs: lembrando que o alcoolismo pode ser muito prejudicial para vc 
Siga o link da bio 
Se vc sofre esse mal 
#alcolismo #bebida #cachaça #paradebeber #saudeemdias #aprender #nãoacerveja #naoaosedentarismo #fadigadoalcoo #fadigaescessiva #dietadabebida #hidratamento #doençahepatica #cirrose #foratermogenese #excessodegordura

Consumo de bebida alcoólica Prejudica *Seu shape * Ruim para seu fígado organismo * Lhe resseca por dentro *Fadiga excessiva *Escesso de gordura *Termogênese Obs: lembrando que o alcoolismo pode ser muito prejudicial para vc Siga o link da bio Se vc sofre esse mal #alcolismo #bebida #cachaça #paradebeber #saudeemdias #aprender #nãoacerveja #naoaosedentarismo #fadigadoalcoo #fadigaescessiva #dietadabebida #hidratamento #doençahepatica #cirrose #foratermogenese #excessodegordura - 6 months ago

1 Likes
0 Comments
0
Muitas doenças que acometem o fígado podem ser silenciosas, por isso é necessário ficar atento aos sinais. .
Pacientes que apresentam cansaço excessivo e sem razão aparente, principalmente quando associados a enjoos ou tonturas frequentes, devem procurar um especialista para investigação dos sintomas! 👨‍⚕️
.
.
.
#gedclin #caratinga #ctga #medicina #medicinacaratinga #gastroenterologista #figado #hepatite #Doençahepatica

Muitas doenças que acometem o fígado podem ser silenciosas, por isso é necessário ficar atento aos sinais. . Pacientes que apresentam cansaço excessivo e sem razão aparente, principalmente quando associados a enjoos ou tonturas frequentes, devem procurar um especialista para investigação dos sintomas! 👨‍⚕️ . . . #gedclin #caratinga #ctga #medicina #medicinacaratinga #gastroenterologista #figado #hepatite #Doençahepatica - 9 months ago

21 Likes
0 Comments
0
Segundo o DITEN 2018, paciente com cirrose hepática apresentam alterações importantes da composição corporal (edema, ascite). Sendo assim, algum estudos recomendam a utilização do PESO USUAL do doente antes de adoecer ou de se tornarem descompensados. #terapianutricional#cirrose#doençahepatica#nutricaoclinica#pacientecritico#diten2018#atualização#estudos

Segundo o DITEN 2018, paciente com cirrose hepática apresentam alterações importantes da composição corporal (edema, ascite). Sendo assim, algum estudos recomendam a utilização do PESO USUAL do doente antes de adoecer ou de se tornarem descompensados. #terapianutricional #cirrose #doençahepatica #nutricaoclinica #pacientecritico #diten2018 #atualização #estudos - 10 months ago

79 Likes
0 Comments
0
.
📣💯 Café Marita 🎯❗❗
.
 Fígado Gorduroso. 😣❌❌
.
✔Também conhecido como esteatose hepática ou doença hepática gordurosa é uma condição reversível na qual grandes quantidades de triglicéridos(um tipo comum de gordura) acumulam anormalmente nas células do fígado (hepatócito) formando grandes vesículas (vacúolos). .
✔Esse processo de acumulação de gordura nas células é denominado cientificamente como esteatose e pode evoluir para quadros graves de cirrose e insuficiência hepática. .
✔A prevalência na população geral varia entre 10 e 33% dependendo do país, aumentando para 75% em obesos e 90% em alcoolistas. .
☕💯O consumo do 🔥Café Marita🔥 de 2 ou 3 vezes ao dia 30 minutos antes das principais refeições ).
vai ajudar a acabar com esta gordura.
.
#cafemarita #gorduranofigado #esteatose  #esteosehepatica #cirrose #figadogorduroso #doençahepatica #vesícula

. 📣💯 Café Marita 🎯❗❗ . Fígado Gorduroso. 😣❌❌ . ✔Também conhecido como esteatose hepática ou doença hepática gordurosa é uma condição reversível na qual grandes quantidades de triglicéridos(um tipo comum de gordura) acumulam anormalmente nas células do fígado (hepatócito) formando grandes vesículas (vacúolos). . ✔Esse processo de acumulação de gordura nas células é denominado cientificamente como esteatose e pode evoluir para quadros graves de cirrose e insuficiência hepática. . ✔A prevalência na população geral varia entre 10 e 33% dependendo do país, aumentando para 75% em obesos e 90% em alcoolistas. . ☕💯O consumo do 🔥Café Marita🔥 de 2 ou 3 vezes ao dia 30 minutos antes das principais refeições ). vai ajudar a acabar com esta gordura. . #cafemarita #gorduranofigado #esteatose #esteosehepatica #cirrose #figadogorduroso #doençahepatica #vesícula - 11 months ago

13 Likes
0 Comments
0
A obesidade aumenta as chances do paciente desenvolver #hipertensão #diabetes #asma #doençahepatica #apneiadosono e até #cancer . A boa notícia é que a perda de peso e de gordura corporal reduz de forma drástica as chances de incidência dessas doenças. Cuide de sua saúde! #clinicacgb  #cgbbariatrica #gastroplastia #cirurgiabariátrica #bariatricos #emagrecimentosaudavel

A obesidade aumenta as chances do paciente desenvolver #hipertensão #diabetes #asma #doençahepatica #apneiadosono e até #cancer . A boa notícia é que a perda de peso e de gordura corporal reduz de forma drástica as chances de incidência dessas doenças. Cuide de sua saúde! #clinicacgb #cgbbariatrica #gastroplastia #cirurgiabariátrica #bariatricos #emagrecimentosaudavel - 11 months ago

47 Likes
0 Comments
0
➡️A doença hepática gordurosa causada pelo álcool tem classicamente três fases. A primeira é a esteatose hepática (infiltração de gordura no fígado). A segunda, a esteato-hepatite (inflamação do fígado). Por último, a cirrose hepática.
Independente da fase em que a doença for diagnosticada, o mais importante é a interrupção definitiva do consumo de álcool.🚫🥃🍺🍷 A abstinência alcoólica é capaz de reverter a infiltração de gordura no fígado e evitar a progressão da doença para cirrose. Medicamentos para diminuir a inflamação no fígado e suporte nutricional podem ser necessários, de acordo com indicação médica. 👨‍⚕️
.
.
.
#gedclin #caratinga #ctga #medicina #medicinacaratinga #gastroenterologista #colonoscopia #endoscopia #hepatite #doençahepatica #gorduranofigado #fígado #cirrosehepática

➡️A doença hepática gordurosa causada pelo álcool tem classicamente três fases. A primeira é a esteatose hepática (infiltração de gordura no fígado). A segunda, a esteato-hepatite (inflamação do fígado). Por último, a cirrose hepática. Independente da fase em que a doença for diagnosticada, o mais importante é a interrupção definitiva do consumo de álcool.🚫🥃🍺🍷 A abstinência alcoólica é capaz de reverter a infiltração de gordura no fígado e evitar a progressão da doença para cirrose. Medicamentos para diminuir a inflamação no fígado e suporte nutricional podem ser necessários, de acordo com indicação médica. 👨‍⚕️ . . . #gedclin #caratinga #ctga #medicina #medicinacaratinga #gastroenterologista #colonoscopia #endoscopia #hepatite #doençahepatica #gorduranofigado #fígado #cirrosehepática - 1 year ago

22 Likes
1 Comments
0
📣💯 Café Marita ❌ Fígado Gorduroso. ✔Também conhecido como esteatose hepática ou doença hepática gordurosa é uma condição reversível na qual grandes quantidades de triglicéridos(um tipo comum de gordura) acumulam anormalmente nas células do fígado (hepatócito) formando grandes vesículas (vacúolos). ✔Esse processo de acumulação de gordura nas células é denominado cientificamente como esteatose e pode evoluir para quadros graves de cirrose e insuficiência hepática. ✔A prevalência na população geral varia entre 10 e 33% dependendo do país, aumentando para 75% em obesos e 90% em alcoolistas. ☕💯O consumo do 🔥Café Marita🔥 de 2 ou 3 vezes ao dia 30 minutos antes das principais refeições ).
vai ajudar a acabar com esta gordura.#cafemarita #gorduranofigado #esteatose  #esteosehepatica #cirrose #figadogorduroso #doençahepatica #vesículabiliar

📣💯 Café Marita ❌ Fígado Gorduroso. ✔Também conhecido como esteatose hepática ou doença hepática gordurosa é uma condição reversível na qual grandes quantidades de triglicéridos(um tipo comum de gordura) acumulam anormalmente nas células do fígado (hepatócito) formando grandes vesículas (vacúolos). ✔Esse processo de acumulação de gordura nas células é denominado cientificamente como esteatose e pode evoluir para quadros graves de cirrose e insuficiência hepática. ✔A prevalência na população geral varia entre 10 e 33% dependendo do país, aumentando para 75% em obesos e 90% em alcoolistas. ☕💯O consumo do 🔥Café Marita🔥 de 2 ou 3 vezes ao dia 30 minutos antes das principais refeições ). vai ajudar a acabar com esta gordura.#cafemarita #gorduranofigado #esteatose #esteosehepatica #cirrose #figadogorduroso #doençahepatica #vesículabiliar - 1 year ago

6 Likes
0 Comments
0
A obesidade é um importante fator de risco e um complicador para muitas outras doenças, como diabetes, hipertensão e câncer. Um estudo recentemente da Universidade de Stanfiord, na Califórnia (EUA), mostrou que pacientes obesos têm um risco aumentado em quase 60% de desenvolver a doença hepática gordurosa não alcoólica (DHGNA). Essa doença deverá representar, de acordo com as pesquisas, a indicação mais comum para o transplante de fígado nos próximos anos. E ter associado o diabetes tipo 2 é um complicador, por ser um fator de risco para doença progressiva em pacientes com DHGNA. Por isso, cuidar da alimentação e ter hábitos saudáveis de vida ajudam a combater a obesidade e evitar outras complicações na saúde.
.
#endocrinologia #obesidade #prevenção #doençahepatica #gordura #figado #institutofbandeira #fbandeiraendocrineinstitute

A obesidade é um importante fator de risco e um complicador para muitas outras doenças, como diabetes, hipertensão e câncer. Um estudo recentemente da Universidade de Stanfiord, na Califórnia (EUA), mostrou que pacientes obesos têm um risco aumentado em quase 60% de desenvolver a doença hepática gordurosa não alcoólica (DHGNA). Essa doença deverá representar, de acordo com as pesquisas, a indicação mais comum para o transplante de fígado nos próximos anos. E ter associado o diabetes tipo 2 é um complicador, por ser um fator de risco para doença progressiva em pacientes com DHGNA. Por isso, cuidar da alimentação e ter hábitos saudáveis de vida ajudam a combater a obesidade e evitar outras complicações na saúde. . #endocrinologia #obesidade #prevenção #doençahepatica #gordura #figado #institutofbandeira #fbandeiraendocrineinstitute - 1 year ago

66 Likes
1 Comments
0
Segundo os últimos estudos, principalmente portugueses, o fígado gordo não alcoólico será a grande causa de doença hepática nos próximos anos.

Muitas pessoas imaginam que é somente o consumo excessivo de álcool que leva a doença, porém já foi comprovado que a causa mais frequente da esteatose hepática não alcoólica (EHNA) é o aporte calórico excessivo associado à reduzida prática de atividade física. Uma vez que já surgiu um elevado número de casos de crianças com o problema, algumas já com cirrose hepática.

E antes que a doença se torne o principal motivo para o transplante de fígado, é de suma importância a mudança de estilo de vida, ou seja, começar a realizar regularmente exercícios físicos e dieta.

#fitness #saude #vidasaudavel #foco #treino #atividadefisica #saúde #exerciciofisico #qualidadedevida #emagrecer #emagrecimento #bemestar #academia #dieta #exercício #fígado #fit #exercicios #figadogordonaoalcoolico #doençahepatica #musculação #vidasaudável #exercicioesaude #exercicioaoarlivre #gym #exerciciofuncional #cirrose #exerciciodiario #exerciciofísico #personaltrainer

Segundo os últimos estudos, principalmente portugueses, o fígado gordo não alcoólico será a grande causa de doença hepática nos próximos anos. Muitas pessoas imaginam que é somente o consumo excessivo de álcool que leva a doença, porém já foi comprovado que a causa mais frequente da esteatose hepática não alcoólica (EHNA) é o aporte calórico excessivo associado à reduzida prática de atividade física. Uma vez que já surgiu um elevado número de casos de crianças com o problema, algumas já com cirrose hepática. E antes que a doença se torne o principal motivo para o transplante de fígado, é de suma importância a mudança de estilo de vida, ou seja, começar a realizar regularmente exercícios físicos e dieta. #fitness #saude #vidasaudavel #foco #treino #atividadefisica #saúde #exerciciofisico #qualidadedevida #emagrecer #emagrecimento #bemestar #academia #dieta #exercício #fígado #fit #exercicios #figadogordonaoalcoolico #doençahepatica #musculação #vidasaudável #exercicioesaude #exercicioaoarlivre #gym #exerciciofuncional #cirrose #exerciciodiario #exerciciofísico #personaltrainer - 1 year ago

112 Likes
1 Comments
0
Pessoas saudáveis em risco com dieta rica em açúcar
Um estudo recente encontrou alterações no metabolismo da gordura que estão associadas a um maior risco de doença cardiovascular em homens que consumiram uma dieta rica em açúcar. 
O estudo incluiu homens com doença hepática gordurosa não alcoólica (NAFLD) e homens saudáveis com baixa quantidade de gordura no fígado. Em uma base diária de 12 semanas, os participantes receberam dietas que continham uma quantidade igual de calorias totais, mas forneceram 650 ou 140 dessas calorias a partir do açúcar.
Homens com DHGNA que receberam a dieta rica em açúcar exibiram mudanças associadas a um maior risco de doença cardiovascular. Entre os homens que não tinham DHGNA que receberam a dieta rica em açúcar, a gordura do fígado aumentou e o metabolismo da gordura se tornou mais parecido com o dos indivíduos com DHGNA.
Uma alta ingestão de açúcares produziu mudanças no metabolismo das lipoproteínas dos controles que eram características de homens com DHGNA. Estas descobertas indicam que o acúmulo de gordura hepática pode influenciar a resposta lipídica e lipoproteica plasmática aos açúcares da dieta e fornecer novas evidências de um mecanismo para explicar como os açúcares podem contribuir para a DHGNA e dislipidemia (uma quantidade anormalmente alta de lipídios no sangue).
#drricardocampos#clinicacampos#saude#antiaging#campinas#açucar#lowcarb#doençahepatica#gordura#figado#gorduranofigado#calorias#cardiovascular#metabolismo#lipoproteinas#lipidios#dislipidemia#sangue

Pessoas saudáveis em risco com dieta rica em açúcar Um estudo recente encontrou alterações no metabolismo da gordura que estão associadas a um maior risco de doença cardiovascular em homens que consumiram uma dieta rica em açúcar. O estudo incluiu homens com doença hepática gordurosa não alcoólica (NAFLD) e homens saudáveis com baixa quantidade de gordura no fígado. Em uma base diária de 12 semanas, os participantes receberam dietas que continham uma quantidade igual de calorias totais, mas forneceram 650 ou 140 dessas calorias a partir do açúcar. Homens com DHGNA que receberam a dieta rica em açúcar exibiram mudanças associadas a um maior risco de doença cardiovascular. Entre os homens que não tinham DHGNA que receberam a dieta rica em açúcar, a gordura do fígado aumentou e o metabolismo da gordura se tornou mais parecido com o dos indivíduos com DHGNA. Uma alta ingestão de açúcares produziu mudanças no metabolismo das lipoproteínas dos controles que eram características de homens com DHGNA. Estas descobertas indicam que o acúmulo de gordura hepática pode influenciar a resposta lipídica e lipoproteica plasmática aos açúcares da dieta e fornecer novas evidências de um mecanismo para explicar como os açúcares podem contribuir para a DHGNA e dislipidemia (uma quantidade anormalmente alta de lipídios no sangue). #drricardocampos #clinicacampos #saude #antiaging #campinas #açucar #lowcarb #doençahepatica #gordura #figado #gorduranofigado #calorias #cardiovascular #metabolismo #lipoproteinas #lipidios #dislipidemia #sangue - 2 years ago

53 Likes
1 Comments
0
Icterícia 
O frasco da esquerda contém soro normal de felino.

O frasco da direita contém soro ictérico, também de felino.

A icterícia é a coloração amarela da pele, mucosas, esclera em consequência do aumento da bilirrubina no sangue. 
Esse aumento pode ser pré hepático (ex: Hemólise), hepático (ex: falha na conjugação) ou pós hepático (ex: obstrução do sistema biliar). #erguslab #ictericia #sangue #soro #checkup #doençahepatica #felinos #maquinanaofazhemograma #diganaoaomaquinograma

Icterícia O frasco da esquerda contém soro normal de felino. O frasco da direita contém soro ictérico, também de felino. A icterícia é a coloração amarela da pele, mucosas, esclera em consequência do aumento da bilirrubina no sangue. Esse aumento pode ser pré hepático (ex: Hemólise), hepático (ex: falha na conjugação) ou pós hepático (ex: obstrução do sistema biliar). #erguslab #ictericia #sangue #soro #checkup #doençahepatica #felinos #maquinanaofazhemograma #diganaoaomaquinograma - 2 years ago

21 Likes
0 Comments
0
2019 - © Deskgram. All rights reserved.